SIE - Secretaria de Estado da Infraestrutura Governo do Estado de Santa Catarina
Você esta aqui: HOME Notícias Notícia

30/12/2021 - Sala de Cinema Gilberto Gerlach recebe mostras de filmes, curtas e videoclipes em janeiro

A Sala de Cinema Gilberto Gerlach, no Centro Integrado de Cultura (CIC), volta com sua programação semanal em janeiro de 2022, depois de um breve recesso de fim de ano, com o Cineclube Cinema Unisul – Sessão Programadores. A agenda traz três mostras com filmes nacionais de lançamento, internacionais, curtas-metragens e videoclipes. Todas as sessões terão debates e entrada gratuita mediante doação de 1kg de alimentos para Quilombo Vidal Martins, apoio Instituto Vilson Groh.

Com a meta de oferecer programação gratuita e com qualidade durante a temporada de verão, os filmes selecionados traçam um diálogo com questões sociais, de gênero, de raça e de protagonismos. Também será homenageado o programador do Cineclube Nossa Senhora do Desterro, o pesquisador e cineasta Gilberto Gerlach, que nos deixou em 2021 e dá nome à Sala. A produção é da Cinemática, com curadoria de Allende Renck.

A Sala de Cinema Gilberto Gerlach estará atendendo com lotação reduzida a 68 cadeiras, entrada com passaporte de vacinação, uso obrigatório de máscara, álcool em gel e aferição de temperatura.

PROGRAMAÇÃO:

:: 13, 15 e 16/01/2022 - com debates às 19h e projeções às 19h30: 2º Festival Cinema Negro SC
Estreia nacional, curtas inéditos, videoclipes e debates sobre temas de feminismos, protagonismos, mídia e sociedade.

13/01/2022 (quinta-feira): Mostra de videoclipes
Eminência Parda – Emicida
Antes que a Bala Perdida te ache – Cesar MC
Negu*n – Cesar MC
Etérea – Criolo
Convidadas especiais: Canto pra quem é de noite – Coletivo NEGA
Debate com Coletivo NEGA
Classificação indicativa: Livre

15/01/2022 (sábado): Mostra Nacional de Curtas-Metragens
As Vezes Que Não Estou Lá – Dandara de Morais
Queda – Lia Letícia
Alfazema – Sabrina Fidalgo
Sem Asas – Renata Martins
República – Grace Passô
A morte Branca do Feiticeiro Negro – Rodrigo Ribeiro
Mesa Setorial Cultura Negra, com Taty Américo, Fabio Garcia, Jeruse Romão
Classificação indicativa: 14 anos

16/01/2022 (domingo): Estreia Nacional
Cabeça de Nêgo – Déo Cardoso (Ceará)
(Brasil, 2021, 75’)
Sinopse: Após reagir a um insulto em sala de aula, Saulo (Lucas Limeira) é expulso da escola, recusando-se a sair das dependências da instituição. Em sua ocupação, inspirado pelos Panteras Negras, ele usa as redes sociais para expressar todo o seu descontentamento com a direção da escola, expondo o abandono e a solidão sofridos por ele e outros estudantes, iniciando um verdadeiro movimento estudantil.
Debate com tema Protagonismos, Mídia, Exclusão e Imagem e a participação de Coletivo Olho Negro, Lelette Couto e EdSoul, com mediação de Allende Renck.
Classificação indicativa: Livre

:: De 20 a 23/01/2022 - com debates às 19h e projeções às 19h30: Semana Embaúba Filmes
Mostra de filmes autorais da distribuidora que se destacou no Brasil em 2020/2021

20/01/2022 (quinta-feira): As Cores do Divino – Victor Costa Lopes
(Brasil, 2020, 78'39)
Sinopse: Documentário realizado a partir de conversas com pessoas LGBT+, unidas por um traço em comum: todas já fizeram parte, ou ainda fazem, de alguma instituição religiosa. O filme traça um instigante panorama sobre a relação entre religião e sexualidade.
Classificação indicativa: Livre

21/01/2022 (sexta-feira): Sessão Dupla

Vaga Carne – Grace Passô e Ricardo Alves Junior
(Brasil, 2019, 45'39)
Sinopse: Uma estranha voz toma posse do corpo de uma mulher. Juntos, a voz e o corpo procuram por pertencimento e por uma identidade própria enquanto questionam seus papéis dentro da sociedade. O filme é uma transcriação do espetáculo teatral da atriz e dramaturga Grace Passô.
Classificação indicativa: Livre

Sete Anos em Maio – Affonso Uchôa
(Brasil, 2019, 42'39)
Sinopse: Em uma noite de maio, sete anos atrás, Rafael chegava em casa depois do trabalho. Quando abria o portão, alguém chamou seu nome. Ele olhou pro lado e viu pessoas que não conhecia. Rafael saiu da sua casa carregado pelos desconhecidos e nunca mais voltou. Desde então ele vive como se aquela noite nunca tivesse terminado.
Classificação indicativa: Livre

22/01/2022 (sábado): Nós Éramos em Bando – Marcelo Castro, Pablo Lobato e Vinicius de Souza, com o grupo Galpão
(Brasil, 2020, 54'39)
Sinopse: O filme acompanha o Grupo Galpão durante um período de isolamento social. Impedidos de estrear no teatro a 25ª montagem da companhia, devido a uma pandemia mundial, as atrizes e atores se encontram durante dez dias para uma primeira experiência artística no ambiente virtual.
Classificação indicativa: Livre

23/01/2022 (domingo): Entre Nós Talvez Estejam Multidões – Aiano Bemfica e Pedro Maia de Brito
(Brasil, 2020, 92'39)
Sinopse: Entre nós talvez estejam multidões propõe uma jornada experiencial através da Ocupação Eliana Silva, ao longo da campanha que elegeu Bolsonaro, na recente ascensão do fascismo ao poder no Brasil. O filme é conduzido pela profundidade dos sujeitos que vivem na comunidade e onde, por meio de seus sonhos, desejos, contradições e lembranças, constituem o imaginário desse microcosmos construindo um documentário que se articula como uma pintura mural.
Classificação indicativa: Livre

:: De 27 a 30/01/2022 - com debates às 19h e projeções às 19h30: Séance de Cinema Français
A Sessão de Cinema Francês traz quatro filmes que expressam a diversidade de gênero, de raça e de narrativas, simbolizando a programação do Cineclube Nossa Senhora do Desterro, em homenagem a Gilberto Gerlach.

27/01/2022 (quinta-feira): La Haine / O Ódio – Mathieu Kassovitz (1995)
Sinopse: Um dia na vida de três jovens delinquentes, um árabe, um judeu e um negro que moram num conjunto habitacional pobre de Paris, mostra a que ponto pode chegar a discriminação racial de policiais hostis.
Classificação indicativa: 14 anos

28/01/2022 (sexta-feira): Les Misérables / Os Miseráveis – Ladj Ly (2019)
Sinopse: Stéphane (Damien Bonnard) é um jovem que acaba de se mudar para Montfermeil e se junta ao esquadrão anticrime da comuna. Colocado no mesmo time de Chris (Alexis Manenti) e Gwada (Djibril Zonga), dois homens de métodos pouco convencionais, ele logo se vê envolvido na tensão entre as diferentes gangues do local.
Classificação indicativa: 14 anos

29/01/2022 (sábado): Les Plages d'Agnès / As Praias de Agnès – Agnès Varda (2008)
Sinopse: Com humor e muita emoção, Agnès Varda, a decana das cineastas francesas, compartilha seu início de carreira como fotógrafa de teatro e depois como diretora de cinema de vanguarda nos anos 1950. A artista mostra também o percurso como produtora independente, além da vida em comum com Jacques Demy, seu engajamento feminista, suas viagens, a vida em família e sua paixão por praias.
Classificação indicativa: 12 anos

30/01/2022 (domingo): Ascenseur pour L'échafaud / Ascensor para o cadafalso – Louis Malle (1958)
Sinopse: Florence e Julien decidem matar Simon, o marido de Florence. O crime deve parecer suicídio. Como é tarde, o vigia corta a eletricidade: Julien fica preso no elevador. Enquanto isso, dois jovens roubam o carro de Julien.
Classificação indicativa: 12 anos

Fonte: Fundação Catarinense de Cultura

Topo
Centro Administrativo do Governo | Rod. SC 401 - km. 5, nº 4.600
Florianópolis | CEP: 88032-000