SIE - Secretaria de Estado da Infraestrutura Governo do Estado de Santa Catarina
Você esta aqui: HOME Notícias Notícia

14/03/2017 - Museu da Imagem e do Som recebe performances de live cinema no CIC


A Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC), receberá o evento Live Flux, em parceria com o Grupo de Pesquisa PACT do curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O evento ocorrerá entre os dias 14 e 17 de março, às 19h, com entrada gratuita. Com curadoria de Rodrigo Garcez, serão três as performances apresentadas.
 
Dia 15, no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), o artista Bruno Bez apresenta a performance Psychonautic Live Cinema, uma experiência narrativa não linear onde a convergência dos fatos e o fluxo cerebral criativo são as peças usadas para levar o espectador a uma abstração livre de significado. Ele traz uma perspectiva dinâmica de imagens mixadas em tempo real com a percussão ao vivo do músico Marcio Bicaco — e suporte visual de Ben Ridgway - Inner Space Art, Martin Stebbing, Ian Clemmer // phizikl, Android Jones, Julius Horsthuis, Tatyana Zabanova e Jean-Baptiste Di Marco, além da trilha sonora base de B. Ashra e Jay Haze. Psychonautic Live Cinema combina visuais produzidos através de algorítimos de fórmulas matemáticas e músicas composta por técnicas científicas, como a de hemi-sync que influencia a atividade das ondas cerebrais. 
 
Dia 16, no MIS, o duo Cinelante, formado por Calixto Bento e Letícia Gomes, apresentam Artéria, que investiga a transdução de estímulos biológicos em parâmetro de controle na performance audiovisual. Artéria é composta pelo retorno dos elementos, o fluxo oxigenado suprindo de energia toda a malha, irrigando toda a capilaridade. O controle apropriado como estratégia na performance é obtido através de hack dos batimentos cardíacos no momento da apresentação, como parte do coeficiente numérico que altera os parâmetros de controle. 
 
Na sexta, dia 17 é a vez de Cores Ao Avesso que une dança e live cinema em uma composição dividida em três partes e que articulam elementos para se pensar a sociedade: suas relações de poder, o peso da rotina, os ciclos de vida e morte. Sob o prisma de Cores Ao Avesso o movimento cotidiano dos sujeitos urbanos é transfigurado a um espectro sinestésico que instiga a uma experiência que escorre entre o intimismo mais profundo do indivíduo e a agitação mais ruidosa da cidade. O movimento estabelecido e padronizado é explodido para servir de elemento primordial de criação na busca pela desuniformidade das cores, estas que cotidianamente caminham pelas ruas gritando o que muitos olhos já não percebem. A performance é resultado da pesquisa aplicada dos jovens artistas que integram o PACT,  Carol Serafim (dança, coreografia e cinematografia), João Peralta (dança, trilha sonora e cinematografia) e NícolasHaverroth (live cinema e cinematografia).
 
Integram também a  programação, na caixa de ideias do MIS, uma oficina sobre o processo da performance Cores ao Avesso (dia 14, às 19h) e uma conversa aberta com os convidados mediada por Carlos Castro sobre Pós-Cinemas no dia 16, às 14h.
 
SOBRE OS ARTISTAS
 
Bruno Bez dedica-se a performances visuais além da produção de vídeos experimentais e manipulação de vídeo em tempo real. Divide sua atuação entre o Brasil e a Europa em clubes, festivais, exposições de arte, concertos e movimentos culturais. Colabora com a comunidade internacional psiconauta com projetos de live cinema e intervenções urbanas como o tributo em homenagem a H.R. Giger, em Berlim, e com artistas como Mano Le Tough, Matt John, Daniel Kuhnen, B. Ashra, Jay Haze, Filip Sala, Andrevictor, L_cio, Davis, Napo León e Artemii. Seu trabalho tem senso óptico e temática imersiva onde o ambiente interage em harmonia com o universo da imaginação e seu hemisfério de lúmens. 
 
Calixto Bento
 — como assina a produção poética Wagner de Souza Antonio — é designer, diretor de arte e músico. Cursando uma especialização em Cinema e Audiovisual e um mestrado em Arte Contemporânea, na linha de Arte e Tecnologia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), tem como foco de investigação o live cinema, explorando as possibilidades de controle audiovisual presencial e através de redes sociais. Colaborador do site baixacultura.org onde aproxima as práticas aos princípios da cultura livre e do hackativismo. 
 
Carol Serafim é pesquisadora em Dança com ênfase na experimentação entre o corpo e o espaço urbano. De 2014 a 2015 participou do Coletivo URBE, grupo que  experimentava a intervenção no espaço urbano através da linguagem da performance.
 
João Peralta é pesquisador em hibridismos foto-cinematográficos.  Músico formado pela Escola Técnica de Música da Universidade Estadual de Maringá. Antes de cursar Cinema na UFSC foi aluno na Escuela Internacional de Cine Y Television em Cuba.
 
Nícolas Haverroth é pesquisador em hibridismos foto-cinematográficos no PACT-UFSC e graduando de Cinema pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
 
Serviço:
 
LIVE FLUX
 
Quando e onde: 

 
Dia 14 (terça), às 19h, Caixa de idéias MIS - Oficina sobre o processo da performance Cores ao Avesso.
Dia 15 (quarta), às 21h, Cinema do CIC - Bruno Bez apresenta a performance Psychonautic Live Cinema.
Dia 16 (quinta), 14h, Caixa de idéias MIS - Conversa aberta com os convidados mediada por Carlos Castro sobre Pós-Cinemas.
Dia 16 (quinta), 19h, MIS – Cinelante performance Artéria.
Dia 17 (sexta), 19h, MIS – Performance Cores Ao Avesso, por Carol Serafim, João Peralta  e Nícolas Haverroth.
 
Endereço: todas as atividades ocorrerão no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
 
Informações:(48) 3664-2651.
Entrada: Gratuita
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1271326616293089/
 

Fonte: FCC

Topo
Centro Administrativo do Governo | Rod. SC 401 - km. 5, nº 4.600
Florianópolis | CEP: 88032-000 | Telefone: (48) 3665-1400